DER-SP - DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Atendimento ao usuário

Documentos

Procedimentos para Liberação de Veículos Recolhidos

  • O veículo será liberado pela Polícia Rodoviária após ser (em) sanada (s) a (s) irregularidade (s) que originou (originaram) o recolhimento do veículo, e mediante o pagamento das multas, taxas e despesas com remoção e estadia, além de outros encargos previstos na legislação específica, conforme o artigo 271, Parágrafo Único do CTB.
  • A liberação será ao seu proprietário ou condutor mencionado no A.R.V. (Auto de Recolhimento de Veículo) admitindo-se na sua impossibilidade, liberação a seu representante legal, através da procuração (instrumento particular). A procuração será aceita desde que tenha firma reconhecida, de conformidade com o disposto no artigo 654 do Código Civil/2002.
  • A liberação do veículo somente será realizada em dias úteis e em horário de expediente bancário para o recolhimento das despesas legais.
  • Para a regularização de infrações que dependam de órgão licenciador de veículo (DETRAN ou CIRETRAN) ou que estejam à disposição de autoridade Judiciária ou Policial, o veículo só será liberado mediante documento (Memorando, Ofício, Requisição, etc.) da respectiva autoridade.
  • Em princípio, os veículos retirados de circulação, deverão ser reparados no próprio local da liberação. No caso de infrações que dependem de deslocamentos para reparos em oficinas, o Comandante do Pelotão Rodoviário poderá autorizar o deslocamento do veículo para esse fim, mediante autorização, assinalando prazo para sua reapresentação e vistoria.
  • Os veículos removidos a qualquer título que não forem reclamados por seus proprietários, dentro do prazo de 90 (noventa) dias serão levados a leilão, conforme o que determina o artigo 328 do CTB.
  • O veículo deverá ser retirado no pátio de recolhimentos de veículos cujo endereço e telefones se encontram no verso do folheto entregue pelo Agente Policial/ Fiscalizador no momento do recolhimento.

Valores SUP/DER Cobrados para o Ano de 2014

Portaria SUP/DER-060, de 26-12-2013, com vigência de 01/01/2014 à 31/12/2014.

TIPO DE VEÍCULO RECOLHIDO VALOR
ENGATE OU RESGATE KM RODADO REBOCADO ESTADIA DE VEÍCULO APREENDIDO OU RECOLHIDO
UFESP R$ UFESP R$ UFESP R$
Veículo automotor de passageiro, de carga com PBT de até 1.500 kg e motocicleta, misto reboque ou semi-reboque, com PBT de até 750 kg. 6,84 137,76 0,23 4,63 2,24 45,11
Veículo automotor de transporte coletivo de passageiros, de carga com PBT acima de 1.500 kg, misto reboque ou semi-reboque, com PBT acima de 750 kg. 12,53 252,35 0,45 9,06 6,72 135,34
Veículo de passageiros (bicicleta ou assemelhados). - - - - 0,56 11,28

    O que o usuário deve pagar ao pátio:
  • Engate e/ ou resgate (saída do guincho)
  • Km rodado rebocado
  • Estadia

    Formas de Pagamento:
  • Boleto bancário em nome da credenciada (verificar a disponibilidade no pátio)
  • Depósito bancário em espécie, em nome da credenciada
  • Cartão de débito (verificar a disponibilidade no pátio)

Relação de Endereços de Pátios de Recolhimento de Veículos


Alerta!
Não serão aceitos pagamentos em espécie nos guichês dos pátios. Os depósitos realizados nos caixas eletrônicos estarão sujeitos a confirmação para liberação do veículo. Horário de funcionamento e liberação de veículos das 9h às 17h.

DER - Departamento de Estradas de Rodagem
Avenida do Estado, 777 - Ponte Pequena - CEP: 01107-901 - São Paulo - SP
Telefone 11 3311-1400